2ªEdição do Programa Avançado em Novos Desafios na Gestão Financeira Pública

Apresentação

O Programa Avançado em Novos Desafios na Gestão Financeira Pública, surge na necessidade de adoção de melhorias nas práticas de gestão das finanças públicas, adotando apropriados instrumentos de gestão, para os quais muito poderão contribuir as normas contabilísticas integradas no Sistema de Normalização Contabilística para as Administrações Públicas (SNC-AP), face à sua elevada qualidade para a gestão financeira do sector público.


Testemunho de alunos da 1ªEdição:

“O curso proporcionou conhecimentos importantes sobre diversas vertentes relevantes para a gestão financeira no setor público.  O profundo conhecimento e grande experiência dos professores permitiu a compreensão teórica e prática das questões abordadas e a sua apreciação crítica. Os temas são muito atuais, pertinentes e essenciais para a boa evolução da gestão no setor público.”

"Na qualidade de participante da 1ª Edição do Programa Avançado "Novos Desafios na Gestão Financeira Pública" posso atestar que de forma global os objetivos a que me propus foram atingidos ainda que se reconheça que a vastidão e complexidade dos desafios neste domínio apontam muito trabalho pela frente.
Sublinho a qualidade dos conteúdos e temas debatidos, a troca de experiências e o networking com os demais participantes e a capacidade e conhecimentos especializados dos docentes.
Destaco, igualmente, como momento alto a conferência de encerramento pela qualidade e abordagem inovadora aos temas tratados, bem como a disponibilidade da equipa que dirige o Programa para acolher as propostas de melhoria que os participantes apresentaram com vista a potenciar o desenho de futuras edições."


Destinatários

Administração Central (Dirigentes dos ministérios e institutos públicos e Gestores de entidades reguladoras, fundações públicas, associações públicas, outras entidades);
Administração Local (Quadros superiores e intermédios dos municípios, freguesias, entidades intermunicipais) e Sector Empresarial do Estado (Gestores de empresas públicas e entidades públicas empresariais dos sectores das águas, transportes, energia, infraestruturas, saúde e entidades gestoras de ativos).


Coordenação

Maria Antónia de Jesus (Professora Auxiliar ISCTE - IUL)


Equipa Docente

Maria Antónia de Jesus (Professora Auxiliar ISCTE - IUL)
Luís Filipe Viana (Subdiretor-geral na Direção-Geral do Orçamento)
José Azevedo Rodrigues (Professor do Escola de Gestão do ISCTE-IUL e Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas)
Ana Maria Simões (Professora Auxiliar ISCTE - IUL)


Programa

1.Planeamento e Gestão Estratégica do Sector Público

1.1.  A New Public Management e a gestão por objetivos das entidades públicas;

1.2.  Accountability e transparência na gestão pública;

1.3.  Gestão de stakeholders e parceiros estratégicos;

1.4.  Gestão financeira em setores regulados

1.5. A orientação estratégica das entidades públicas: instrumentos técnicos;

1.6. O processo de alinhamento estratégico, fator determinante para uma adequada gestão de recursos.


2.Reporting Orçamental e Financeiro no Sector Púbico

2.1.  A Reforma da Contabilidade pública em Portugal no contexto internacional;

2.2.  O novo sistema da contabilidade pública: bases de referência, objetivos e funções;

2.3.  O novo sistema de normalização contabilística das administrações públicas (SNC-AP) como instrumento de informação para a gestão das entidades públicas: estrutura conceptual e normas;

2.4.  Principais instrumentos de reporting orçamental e financeiro do novo sistema contabilístico.

3.Monitorização e Performancer das Entidades Públicas

3.1.  A orientação estratégica das entidades públicas: instrumentos técnicos;

3.2.  O processo de alinhamento estratégico, fator determinante para uma adequada gestão de recursos;

3.3.  O processo de descentralização e a adoção de uma contabilidade de gestão por segmentos analíticos: a norma de contabilidade de gestão do SNC-AP;

3.4.  A definição de indicadores de performancer e o envolvimento dos dirigentes na sua conceção. A relevância dos sistemas de informação para facilitar e agilizar os processos de monitorização.

3.5.  A construção de instrumentos de monitorização da performance, para os vários níveis de hierarquia e responsabilidades das entidades públicas.


Data de realização

10 a 26 de outubro de 2017

Horário

Terças, Quartas e Quintas – das 18h00 às 22h00

Custo

1.200,00 EUR (taxa de candidatura e inscrição incluído)

Para se candidatar, preencha o Boletim de incrição (download aqui)

Candidaturas

até 01 de outubro de 2017

Para mais informações: 
IPPS-IUL – Instituto para as Políticas Públicas e Sociais 
Av. das Forças Armadas, Edifício I, Gabinete 1W7, 1649-026 Lisboa
Horário: de 2.ª a 6.ª feira, entre as 10:00 às 13:00 e das 14:30 às 19:00 
Correio eletrónico - geral.ipps@iscte.pt
Telefone - 210 464 021

Em parceria com:





Imprimir em PDF